6 Presentes que Você Deveria Evitar

6 Tipos de Presentes que Você Deveria Evitar

Evite dar esses 6 tipos de presentes
Veja neste artigo quais são os presentes que você deveria evitar comprar para alguém

 

É claro que todo mundo presenteia com a melhor das intenções. Do contrário, não gastaríamos nosso tempo, criatividade e dinheiro procurando alguma coisa para agradar a alguém.

No entanto, por maior que seja o esforço, nem sempre a gente acerta! E isso é absolutamente normal.

Porque cada pessoa tem um gosto, uma personalidade própria e um estilo. E, por mais que você seja próximo de alguém e tenha uma boa ideia das coisas que essa pessoa goste de ganhar como presente, sempre existe a possibilidade de você escorregar na escolha.

Quer um bom exemplo? Meu pai e minha mãe são casados há quase 30 anos. Em certo Natal, há não muito tempo, meu pai a presenteou com uma linda caixa do Ricardo Almeida. Minha mãe abriu a embalagem, animada: era um conjunto de tayer feminino de corte super clássico, exatamente do jeito que ela gostava (afinal, meu pai conhecia bem o estilo dela). O único problema era a cor: um amarelo-mostarda! Apesar de ser a “cor do momento”, e praticamente todas as mulheres estarem usando aquele tom, minha mãe odiava. E meu pai nem fazia ideia disso até dar aquele presente, rs.

Enfim, contei essa história só para ressaltar que por mais íntimos que sejamos de alguém, SEMPRE há a possibilidade de dar algo que não agrade. E tudo bem, isso não é o fim do mundo! Portanto, jamais se sinta chateado ou fique triste com a pessoa, se vier a descobrir que ela trocou o presente. Não é algo pessoal.

Por outro lado, existem algumas categorias de presentes que são um pouco mais escorregadias e controversas, das quais eu recomendo fugir. Eu chamo estes itens de “presentes perigosos”. Especialmente se você não conhecer muito bem a pessoa a quem está presenteando. Vamos falar um pouco aqui sobre elas.

6  presentes para Evitar:

1- Presentes Religiosos
Objetos religiosos
Artigos religiosos são itens de escolha muito pessoal

Por mais forte que seja sua crença em uma determinada religião, evite dar presentes relacionados a ela. Especialmente se a pessoa não compartilha da sua fé. Imagine se você fosse um judeu convicto e ganhasse de presente de alguém um livro sobre o Catolicismo. Como você se sentiria? Não ia parecer que a pessoa que lhe deu estaria lhe “impondo” uma leitura doutrinadora, no mínimo? Além de ser um presente que não lhe seria de grande utilidade (já que você é judeu!),  você ainda poderia se sentir desrespeitado.

2- Utensílios Domésticos
Dar utensílios domésticos de presente
Utensílios domésticos como presentes podem ser mal interpretados

Hoje o mercado de utensílios para cozinha é extremamente amplo, gourmetizado e atraente. Portanto, pode não parecer nenhum absurdo presentear com um destes acessórios. Sem falar que há pessoas que amam cozinhar e possuir todos estes aparatos. No entanto, use o bom senso: uma coisa é chegar com uma panela num Chá de Cozinha ou de Casa Nova, outra totalmente diferente é dar um utensílio doméstico como presente de aniversário. É a celebração de uma data especial para a pessoa, e provavelmente a última coisa de que ela vai querer ser lembrada é de sua rotina doméstica. A não ser, é claro, que ela seja “A Louca do Masterchef e tenha um grande apreço pelo assunto. Neste caso, vá com tudo!

 3- Ingressos Não Reembolsáveis
Ingressos de presente
Dar ingressos de eventos como presente exige alguns cuidados

Imagine ganhar de presente um ingresso não reembolsável para um show de uma banda de que detesta… Ou então, e acho que pior ainda: as entradas para o show dos seu sonhos, que ocorrerá na sua cidade, exatamente no dia em que você estará tirando férias na Europa.  Não é preciso falar mais nada, né?! Muito cuidado ao comprar esse tipo de presente sem perguntar, ou no mínimo, fazer uma bela sondagem, à pessoa antes.

4- Animais de Estimação
Presentes para Evitar
Animais de Estimação devem ser dados apenas com o consentimento do presenteado

Sua amiga que mora sozinha é louca por cachorros, e tem uma raça em especial que a faz pirar. Além de um “presente” encantador, você tem certeza de que o bichinho será uma ótima companhia. Até chegar com um lindo filhote e  descobrir que ela gosta, na verdade, é de ver cachorrinhos no colo dos outros. Ela não tem tempo de cuidar, não está a fim de limpar cocô e, ainda por cima, não tem como arcar com as despesas do animal.

Jamais dê um animal de presente a alguém sem antes consultar a pessoa se ela tem condições físicas, emocionais e financeiras de criá-lo. E o mais importante: se ela deseja ganhar um. Do contrário, você não estará dando um presente, mas colocando um problema na vida dela.

5- Livros de Autoajuda
Livros de autoajuda como presente
Dar livros de autoajuda podem te colocar numa saia-justa

Imagine-se agora em seu próximo aniversário rasgando um belo embrulho de presente, e descobrindo nele três livros, com os seguintes títulos:

“Controle sua Ansiedade.”

“Cuide Melhor do Seu Corpo.”

“Saia da Fossa.”

Você começaria a chorar, ou agradeceria antes pela lembrança dos seus problemas?

Só falta o “amigo-terapeuta” que te deu isso, de quebra, cobrar pela sessão quando você finalizar a leitura.

Por favor, né?! Cada um sabe dos próprios problemas e como buscar a solução para os mesmos. Livros de autoajuda deveriam ser objetos de “autoconsumo”. A não ser que você tenha muita, mas muita intimidade com a pessoa, e ela se abra constantemente sobre alguma questão específica com você, pedindo sua intervenção.

6- Flores Artificiais
Flores artificiais de presente
Evite dar flores artificiais, prefira as naturais

Vivendo no país que conta com a maior e mais rica biodiversidade do mundo, você tem certeza que prefere presentear alguém com flores de plástico feitas na China? Sem falar que muitas delas deixam a desejar no quesito beleza.

As pessoas declararam uma guerra mundial aos canudos, mas compram flores de plástico. Gostaria que Freud estivesse vivo para explicar este fenômeno.

Enfim, prefira sempre presentear com flores e folhas naturais, em cores vivas e exuberantes! Podem durar muito menos que as artificiais, mas a delicadeza deste tipo de lembrança é algo que fica.

Bem, estas são as 6 categorias de presentes que eu, Marjorie, não recomendo, e das quais fujo sempre na hora de presentear!

É claro que existem casos específicos para cada tipo de situação. O importante é sempre analisar tudo com ponderação e bom senso!

Conte aqui nos comentários para mim: Você já passou por alguma saia-justa na hora de presentear? Como foi?

Um grande beijo e boa sorte com os seus presentes!

Marjorie

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *